Transplante de Cabeça

Uma reflexão pastoral sobre a possibilidade de tal cirurgia

Características da Adoração

A adoração é uma declaração e uma reação

Assista o filme "A Virada"

Enredo e indicação do filme "A Virada".

Páscoa é Passagem

Uma síntese bíblica sobre a Páscoa do Cristão

Uma opinião sobre as superstições no final de ano

O cristão é impelido a evitar superstições, simpatias e crendices.

24 de dez de 2015

COMEMORAR O NATAL É BÍBLICO?


Um simples estudo dirigido é suficiente para demonstrar que não existem ordenanças especificas aos cristãos quanto a celebração do Natal nas Sagradas Escrituras. De fato, o Natal não era observado como uma festividade até muito após o período bíblico. Ao que parece, não foi antes de meados do século V – ou durante o VI – que o Natal recebeu algum reconhecimento oficial. Entretanto, a pergunta que continua ecoando entre cristãos no fim de ano é: posso comemorar o natal?

4 de dez de 2015

FAÇA UM AUTOEXAME DE SUA VIDA CRISTÃ


O contexto histórico do profeta Jeremias revela que os versos do livro de Lamentações foram escritos após Israel ter sido levado cativo e Jerusalém ter ficado desolada. O profeta assentou, chorou e lamentou por causa do novo e difícil tempo que iniciara na história do povo de Deus.

20 de nov de 2015

ANSIEDADE E DECISÃO


A relação entre ansiedade e decisão pode ser vislumbrada a partir de uma simples ilustração. Imagine um relógio que começou a calcular o trabalho que teria de fazer no ano seguinte. Pois bem, o aparelho pensou subitamente: — Eu tenho que tiquetaquear duas vezes por segundo... Sim, isso quer dizer que terei que tiquetaquear 120 vezes a cada minuto e, em uma hora, 7.200 vezes. Durante o dia – são vinte e quatro horas! – tiquetaquearei 172.800 vezes. Ah! Num ano precisarei tiquetaquear 63 milhões de vezes. Oh! Isso é demais, até para um bom relógio como eu... Assim, de cifra em cifra, presumindo o imenso trabalho que teria pela frente, o relógio não resistiu. Teve um colapso e pifou.

11 de nov de 2015

SOBRE O DESASTRE NO VALE DO RIO DOCE

Foto da Internet
“Os aflitos e necessitados buscam águas, e não as há, e a sua língua se seca de sede; mas eu, o SENHOR, os ouvirei, eu, o Deus de Israel, não os desampararei. 18 Abrirei rios nos altos desnudos e fontes no meio dos vales; tornarei o deserto em açudes de águas e a terra seca, em mananciais (Is 41.17-18).

Já há quem diga que o desastre ocorrido na última quinta-feira (05/11/2015) é o maior da história de Minas Gerais, quiçá do Brasil. Vislumbrar como o rompimento das barragens da Samarco Mineradora (Santarém e Fundão) destruiu, imediatamente, a vida de centenas de pessoas e, progressivamente, afetará a vida de centenas de milhares por todo o Vale do Rio Doce, é angustiante. Muitos morreram. Há desaparecidos e desabrigados. O abastecimento de água está/estará prejudicado em muitas localidades. Aproximadamente, são sessenta bilhões de litros de água contaminada que causarão ainda muita destruição desde o distrito de Bento Rodrigues até a foz do Rio Doce no Espírito Santo (e até no mar).

2 de out de 2015

POR QUE JUDAS TRAIU JESUS COM UM BEIJO?

Li um artigo muito interessante nesta semana. Segundo um antigo texto egípcio (1200 d.C.) traduzido recentemente e atribuído ao pseudo-Cirilo de Jerusalém (400 d.C.), Jesus tinha o poder de mudar sua aparência; era um metamorfo. Segundo o apócrifo, foi justamente por esse motivo que Judas teria escolhido um ósculo como sinal combinado no episódio da traição. Considerando tal poder, o traidor necessitava beijar o Senhor para identificá-lo à escolta armada. Alega o manuscrito: “então os judeus disseram a Judas: como o prenderemos se ele não tem uma forma única, mas sua aparência muda? Algumas vezes é negro, outras é branco, outras é vermelho, algumas vezes tem a cor do trigo, algumas vezes é amarelo... algumas vezes é jovem, outras vezes é um homem velho...”.