Blog de Ângelo Vieira da Silva, Marido da Keila, pai do Rafael. Cristão Calvinista, Pastor Presbiteriano. Pesquisador dedicado. Cruzeirense e Gamer de clássicos.

ABORTO, PNDH3 E UNIÃO HOMOSSEXUAL: O QUE PENSAM OS CANDITADOS À PRESIDÊNCIA?

Não há dúvidas que o processo democrático nas eleições deste ano vem nos surpreendendo. Os debates e entrevistas dos candidatos estão acirrados e vibrantes. Diante das muitas propostas entorno ao meio ambiente, saúde, habitação, segurança, educação e infra-estrutura, alguns assuntos permanecem na pauta do cidadão cristão consciente, como a legalização do aborto, o Programa Nacional de Direitos Humanos (o PNDH3) e a união homossexual com certos privilégios descritos no Projeto de Lei na Câmara 122/2006. 

Reuni nesta pastoral alguns pensamentos e frases dos candidatos em suas entrevistas sobre tais temas disponíveis na internet. As opiniões dos candidatos estão em ordem alfabética e não por inclinação política. Leia, aprecie e continue se preparando para votar com consciência. 

1. Entrevistas da Candidata Dilma, do PT (13): Poucos se recordam e muitos já viram o vídeo disponível na internet em que a candidata petista dá a entender em 2009 ser favorável à descriminalização do aborto, atualmente permitido em casos de estupro e de risco à vida da mãe. A candidata, naquela oportunidade, voltou atrás em seu discurso. Hoje, em meio à polêmica sobre o aborto, a Dilma Rousseff garantiu a líderes evangélicos na última quarta-feira que, se eleita, não enviará ao Congresso projeto prevendo a legalização da interrupção da gravidez. Ela se comprometeu ainda, segundo as autoridades religiosas, que não vai propor a regulamentação para o casamento entre homossexuais. De acordo com os presentes naquele dia, a candidata divulgaria um documento até ontem, uma carta, se comprometendo com essas questões. Quanto ao PNDH3, o projeto é do PT. Outras propostas de Dilma podem ser acessadas no portal www.dilma13.com.br 

2. Entrevistas do Candidato Serra, do PSDB (45): Na entrevista coletiva da manhã do dia 11/10, Serra discorreu sobre o Plano Nacional dos Direitos Humanos (o PNDH3). Para ele o programa é uma "coleção de absurdos". Lembrou que entre as diretrizes do plano está prevista a retirada de imagens religiosas em repartições públicas: "Eu não quero retirar o Cristo Redentor do Rio", disse, em tom de brincadeira. "Se tiver imagens, por que tirar?", questionou. Também afirmou que o PNDH3 ameaça a liberdade de imprensa. A análise do PNDH3 foi motivo para nova reflexão do tucano sobre o aborto. "Se o aborto fizer parte dos direitos humanos, logo quem for contra estará transgredindo os direitos humanos", disse. Em entrevista, o candidato falou que é a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo. “É uma questão que está ligada às igrejas. Agora, a união em torno dos direitos civis já existe inclusive na prática pelo Judiciário e eu sou a favor para efeito de direitos, união civil, nesse sentido. Outra coisa é casamento, que é coisa que tem componente religioso, das igrejas. Aí, cada igreja define sua posição”, comenta. As demais propostas de Serra podem ser vistas no site www.serra45.com.br 

Rev. Ângelo Vieira da Silva
Compartilhar no Google Plus
    Blogger Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa postagem aqui:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial