Blog de Ângelo Vieira da Silva, Marido da Keila, pai do Rafael. Cristão Calvinista, Pastor Presbiteriano. Pesquisador dedicado. Cruzeirense e Gamer de clássicos.

MEDITAÇÕES NO BREVE CATECISMO - PERGUNTA 01



PERGUNTA 1. Qual é o fim principal do homem? 

RESPOSTA. O fim principal do homem é glorificar a Deus, e gozá-lo para sempre. 

A existência do homem não é por acaso; tem propósito. A sabedoria corrobora. Se há tempo para tudo, até para a manifestação do propósito há (Ec 8.6). Definitivamente, o fim principal do homem tem a ver com seu Criador e o propósito da adoração da qual Ele é digno.

Medito:

1) O HOMEM DEVE DAR GLÓRIA A DEUS

Glorificar é o mesmo que dar glória, honra. É seguir o exemplo dos servos de Deus, como Davi, que assim o dignificou: "Teu, SENHOR, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu, SENHOR, é o reino, e tu te exaltaste por chefe sobre todos. Riquezas e glória vêm de ti, tu dominas sobre tudo, na tua mão há força e poder; contigo está o engrandecer e a tudo dar força" (I Cr 29.11-12).

2) O HOMEM DEVE DESFRUTRAR O MELHOR DE DEUS

O servo prudente goza do favor do rei e o homem deve gozar a vida com a mulher que ama. Todavia, o fruir das vantagens nos relacionamentos não pode se comparar ao que Deus pode proporcionar nEle. Na verdade, nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus pode proporcionar (I Co 10.31).

Concluo:

A palavra "sempre" nos conduz ao conceito de tempo. Certamente o início da manifestação do propósito divino no homem se dá na salvação, tempo feliz. Desde então, ele deve viver, respirar, agir, pensar e até mesmo morrer por Ele. O "sempre" começa no conhecimento do sentido da cruz e não terminará. Foi para o louvor de Sua glória que fomos criados (Is 43.7).


O que você está esperando para cumprir o propósito pela qual foi criado? Dê glória a Deus com toda sua vida e desfrute o melhor que Ele pode proporcionar. Saia da mesmice, da frieza espiritual, do abatimento, da fraqueza e assuma o controle com o auxílio do Espírito Santo. Lembre-se: “podemos considerar como regra da vida cristã o fato de que, quanto mais formos cheios do Espírito Santo, mais glorificaremos o Senhor Jesus” (Frank Gabelein).


Outras Referências Bíblicas: Rm 11.36; I Co 10.31; Sl 73.25-26; Is 43.7; Rm 14.7-8; Ef 1.5-6; Is 60.21; Is 61.3.

Rev. Ângelo Vieira da Silva
Compartilhar no Google Plus
    Blogger Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa postagem aqui:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial