Blog de Ângelo Vieira da Silva, Marido da Keila, pai do Rafael. Cristão Calvinista, Pastor Presbiteriano. Pesquisador dedicado. Cruzeirense e Gamer de clássicos.

MEDITAÇÕES NO BREVE CATECISMO - PERGUNTA 02


PERGUNTA 02: Que regra deu Deus para nos dirigir na maneira de o glorificar e gozar?

RESPOSTA: A Palavra de Deus, que se acha nas Escrituras do Velho e do Novo Testamentos, é a única regra para nos dirigir na maneira de o glorificar e gozar. 


É difícil conceber uma sociedade sem limites. Não há dúvida que a ausência da lei desenfrearia a mente humana nas piores direções, materializando suas depravações mais horrendas. Sem um referencial ético a sociedade facilmente se corromperia. Não é tão diferente na Igreja de Cristo. Eis a questão normativa.


Medito:

1) HÁ UMA REGRA DIVINA PARA O HOMEM ESPIRITUAL

Ora, se a lei é tão importante para nortear as atividades do homem natural o que dizer do homem espiritual, isto é, daquele que morreu para o velho homem e que ressuscitou para uma nova vida em Cristo? Este deve glorificar e gozar ao seu Senhor a partir da regra que Ele mesmo determinou. Deus concedeu a sua Igreja a Regra para a nortear. O Senhor impõe certos limites a sua Igreja. Por meio de Sua Palavra estabelece como a Igreja deve andar de maneira a glorificá-lo. 

2) HÁ UMA REGRA DIVINA COM PROPÓSITO DEFINIDO

A regra deve ser vista como uma atitude de preservação da Igreja pelo Deus Triúno. Deus quer ser glorificado na santidade de sua vontade e não a partir das concepções do homem, mesmo que este esteja aperfeiçoando-se no Espírito. O verdadeiro e completo gozo está em se guardar estes mandamentos (Jo 15.10-11).

Concluo:

"À lei e ao testemunho" (Is 8.20), diz o Senhor. A Igreja precisa voltar sua atenção para  a vontade de Deus revelada. Muitos sugerem novas revelações no espírito. A Bíblia "sugere" "que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra" (II Tm 3.15-17).

Is 28.13  descreve que a palavra do Senhor é preceito sobre preceito, preceito e mais preceito; regra sobre regra, regra e mais regra; um pouco aqui, um pouco ali. Diante das normas divinas ou iremos em vão, caindo para trás, nos quebrando, enlaçando-nos e sendo presos como os rebeldes de Israel, ou glorificaremos a Deus como ele requer. Pense nisto!

Outras referências bíblicas: Lc 24.27, 44; 2 Pe 3.2, 15-16; 2 Tm 3.15-17; Lc 16.29-31; Gl 1.8-9; Jo 15.10-11; Is 8.20; Hb 1:1 comparado com Lc 1.1-4 e Jo 20.30-31.



Compartilhar no Google Plus
    Blogger Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa postagem aqui:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial