Blog de Ângelo Vieira da Silva, Marido da Keila, pai do Rafael. Cristão Calvinista, Pastor Presbiteriano. Pesquisador dedicado. Cruzeirense e Gamer de clássicos.

É VERDADE! O SANGUE TEM PODER!



muito mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo!” (Hb 9.14)

Os cristãos comprometidos com as Sagradas Escrituras reconhecem um dos grandes males da igreja contemporânea: o misticismo. Essa disposição para crer no sobrenatural independentemente de qualquer ensino bíblico ocorre desde os primeiros séculos da era cristã, sendo reforçada pelos movimentos neopentecostais de hoje. Tanto no passado como no presente, muitos religiosos místicos apresentaram objetos que possuíam algum tipo de poder, força espiritual para curar, perdoar, libertar, salvar, mudar a sorte, etc. A doutrina religiosa dos místicos refere-se, portanto, à suposta ação divina por vias outras que não as da experiência bíblica comum ou as da razão.

Ora, nos últimos dias fomos “surpreendidos” pela teologia de um dos líderes neopentecostais mais conhecidos do país. Valdemiro Santiago, religioso da Igreja Mundial do Poder de Deus, foi atacado pelo ajudante-geral Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, porque o mesmo teria sido injuriado pelo líder. Durante o culto o jovem aproximou-se de Valdemiro e o golpeou no pescoço com um facão. Jonathan foi detido em flagrante e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Valdemiro foi levado ao Hospital Sírio Libanês, onde levou 25 pontos, e recebeu alta após passar algumas horas internado.

O atentado ficou ainda mais evidente devido as palavras posteriores do líder da Mundial em um vídeo compartilhado nas redes sociais. Disse: “passaram até a camisa ensanguentada no manto. Quando [a fiel] tocou no manto, ela aplumou. Foi curada... A camisa que vestia na hora do ataque já serviu para curar fiéis... A unção está na nossa roupa, no nosso copo, no nosso relógio, na nossa aliança, no nosso chapéu, no nosso sangue... Através da minha camisa, muitos milagres já foram realizados na igreja”. Outros vídeos agravaram as afirmações, quando outro líder na igreja apareceu esfregando a tal camisa em um longo manto para conferir bênçãos aos fiéis. 

Antes de prosseguir, independentemente de religião, é necessário ressaltar que a violência precisa ser repudiada por qualquer cristão. Na sinceridade de nosso coração, clamamos ao Deus que tudo sabe para que tenha misericórdia de Valdemiro e o reestabeleça profundamente. Agora, não posso deixar de compartilhar que o evento “da camisa ensanguentada” está repleto de conceitos contrários ao ensino da Palavra de Deus. Ora, mesmo que o líder da Mundial afirme que o poder vem de Deus, sangue de nenhum homem pode conferir graça, a não ser o puro sangue do Cordeiro de Deus, que foi morto desde toda a eternidade. É pelo sangue de Cristo que as bênçãos espirituais são conferidas por Deus ao seu povo; e nada mais.

Portanto, amados irmãos, é verdade! O sangue tem poder! Mas é o sangue de Cristo que deve ser honrado em nosso dia-a-dia. Basta uma referência bíblica para refutar esse misticismo lamentável: sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós que, por meio dele, tendes fé em Deus, o qual o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de sorte que a vossa fé e esperança estejam em Deus (1 Pe 1.18-21). Pense nisso.

Rev. Ângelo Vieira da Silva
Pastor da IPB Região Sul
Belo Horizonte, MG
Compartilhar no Google Plus
    Blogger Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa postagem aqui:

Postagem mais antiga Página inicial