CONTAGEM REGRESSIVA: FALTAM 13 DIAS PARA RECEBERMOS A RECOMPENSA!


Seria uma grande notícia, não é verdade? Porém, não é bem assim. Os bem informados sabem que no dia 21/12/2012 se completarão os dias de um ciclo multi-milenar do calendário Maia, o que muitos têm sugerido marcar uma sucessão de eventos fenomenais para o mundo, mais aclaradamente, o seu fim. O cristão protestante que tem a Bíblia como sua única Regra de Fé e Prática não se surpreenderá com estas e com as outras milhares de tentativas de prever o fim do mundo, afinal, este dia pertence exclusivamente a Deus (Mc 13.32) e não nos compete saber acerca de tempo ou épocas que são da exclusividade do Pai (At 1.7). Todavia, gostaria que você imaginasse o seguinte: imagine se realmente faltassem 13 dias para o fim da realidade como a conhecemos; reflita se faltassem apenas 13 dias para recebermos a recompensa do Senhor... o que você faria? Dentre outros, suponho que você:

O OUTRO LADO DA RECOMPENSA


Cognitivamente, refletir sobre recompensa é pensar em aspectos positivos; é meditar em um ou mais bens que serão dados em consequência a algum gesto em relação a Deus e ao próximo. É o que se entende no ensino do galardão bíblico, por exemplo. De fato, em pastorais anteriores procurei abordar este lado. Todavia, chamo a atenção para o outro lado da recompensa, do galardão, que muitos não conhecem, ou desprezam ou “fazem de conta” que não existe: a recompensa nociva. Cito dois textos que poderão nos nortear sobre o tema. Veja:

TEOLOGIA EM FOCO: DESAFIOS DE NOSSO TEMPO


No dia trinta de novembro comemora-se o dia do teólogo. No sentido lato, é a data que recorda o trabalho dos estudiosos de questões referentes à (s) divindade (s). No sentido estrito, protestante (que aqui pretendo abordar), refere-se aos estudiosos das Sagradas Escrituras no Antigo e Novo Testamentos em várias perspectivas (histórica, gramatical, crítica, cultural, etc). Examinadas, a interpretação é sistematizada (Bíblica, Sistemática, Contemporânea, etc), recebe o nome de Teologia e é especificamente definida nos contextos teológicos, isto é, doutrinários, de cada seguimento cristão protestante.

THANKSGIVING DAY E BLACK FRIDAY: UM ANTAGONISMO?


Se existem datas "tipicamente" americanas que foram importadas para o Brasil sem muito êxito elas são o Thanksgiving Day (Dia de Ações de Graças) e o Black Friday (Sexta Negra). Digo isto porque as aspirações brasileiras em torno destas datas não chegam perto da realização dos seus criadores. Porém, como fui questionado sobre ambas as datas, gostaria de refletir sobre o antagonismo que percebo entre elas,  principalmente no contexto cristão protestante.

O QUE É UM TORVELINHO?


O leitor da Bíblia poderá atentar para uma palavra interessante entre os profetas, mais precisamente no livro de Isaías 66.15: "Porque eis que o SENHOR virá em fogo, e os seus carros, como um torvelinho, para tornar a sua ira em furor e a sua repreensão, em chamas de fogo". Entre as palavras de juízo expressas aparece o TORVELINHO. Você sabe o que é?

FAÇA UMA VISITA VIRTUAL A JERUSALÉM


A versão iLúmina GOLD da Bíblia Sagrada já possui um recurso de viagens virtuais a cenários bíblicos, o que é muito interessante. Porém, se você aina não possui tal software, basta acessar o site da TAMIRO 360 Photography e realizar sua viagem virtual por Jerusalém. É muito legal. Recomendo!



MARTINHO LUTERO: UM BREVE COMENTÁRIO

Martinho Lutero foi um teólogo alemão e é considerado o pai espiritual da Reforma Protestante. A "Disputação do Doutor Martinho Lutero sobre o Poder e Eficácia das Indulgências", mais conhecida como as 95 Teses, desafiou os ensinamentos da Igreja na natureza da penitência, a autoridade do papa e da utilidade das indulgências. Afixadas na Porta da Abadia de Westminster em 31 de outubro de 1517, representavam uma reforma dentro da igreja, o que não foi possível. Veja algumas:


JOHN KNOX: UM BREVE COMENTÁRIO

Nascido entre 1505 e 1515, foi guarda-costas de Wishart. Depois de passar um ano e meio como escravo em um navio francês, fugiu para a Inglaterra, onde se tornou capelão do jovem rei Eduardo VI. No reinado sangrento de Maria Tudor (1553-1558), foi para o continente e passou três anos em Genebra, onde estudou aos pés de Calvino. Pastoreou uma igreja de refugiados de língua inglesa e retornou à Escócia em 1559, tornando-se o líder da Reforma em seu país.

O Presbiterianismo faz parte da família das igrejas reformadas dentro das denominações do Protestantismo Cristão e é baseado nos ensinamentos de João Calvino. A estrutura eclesiástica deste preconizava o governo das comunidades por presbíteros e a associação das igrejas em presbitérios regionais e em sínodos nacionais. Contudo, seu fundador, isto é, aquele que institucionalizou a forma de governo foi o reformador John Knox, na Escócia. 

MÚSICAS QUE EDIFICAM 003 - NO DIA EM QUE EU SAÍ DE CASA


Hoje compartilho com os leitores do Blog Regulae Fidei mais uma canção que me edifica. Além de Caminhos de Sol e Everything I Do, a música brasileira "No dia em que eu saí de casa", cantada pelos sertanejos Zezé Di Camargo e Luciano e composta pelo gaúcho Joel Marques em homenagem à sua mãe, é muito especial. Sendo uma das marcas no filme "Dois filhos de Francisco", essa música tem uma mensagem forte, terna e brasileira. Vale a pena ouvir!

MISSÕES: AVALIE-SE!

Após um trimestre inteiro de meditações bíblicas sobre a urgência do cumprimento da Grande Comissão será extremamente relevante nos avaliarmos como Missionários, Evangelistas, Embaixadores do Reino dos Céus. Todos os somos. Certamente, você se lembra que na última quarta-feira (03/10) fechamos o calendário missionário com o Projeto de Missões. Este foi terceiro evento que realizamos para a captação de recursos para nossa Missionária no Senegal. Diante disto, convido os irmãos a se avaliarem mediante tudo que se fez. Proponho um questionário de três perguntas essenciais. Preparado? Então, me diga:

O PAPEL POLÍTICO DO PREFEITO


Desde que iniciei o blog e passei a escrever alguns artigos sobre política procurei trazer a memória do leitor as responsabilidades inerentes aos cargos políticos para os quais todo cidadão brasileiro vota e pode ser votado. Dentre outros artigos, aqui já descrevi os papéis do Presidente da República, do Governador, do Senador, dos Deputados Federal e Estadual e Vereadores. Logo verifiquei que faltava ainda uma importante reflexão: o papel político do Prefeito. Às vésperas do pleito, é o que proponho realizar nas linhas adiante.

1. Quem é o Prefeito?

Em suma, o Prefeito é um administrador municipal. Ele é parte integrante do Poder Executivo local. Ele é o chefe da prestação do serviço público de qualidade. Naturalmente, deve ser assíduo no cumprimento de seus deveres que já há mais de 177 anos estão bem configurados no Brasil.

2. Quais os requisitos essenciais para alguém ser Prefeito?

Além das qualificações morais, éticas, religiosas e/ou filosóficas que o eleitor notará, o candidato a Prefeito necessita cumprir uma série de exigências legais, tais como: deve ser brasileiro (ou português), ter a idade mínima de 21 anos, domicílio eleitoral na circunscrição na qual o candidato se apresenta (pelo menos por um ano), estar com a documentação pessoal em dia (principalmente o Título de Eleitor), gozar plenamente dos direitos políticos, ser filiado a um partido político, ser alfabetizado e não pode ocupar cargo público durante o pleito (pelo menos seis meses antes).

3. Quais as principais funções do Prefeito?

Administrar a cidade, cuidar da limpeza das ruas e locais públicos, fazer cumprir as leis, fazer com que a saúde atenda à toda a população, fazer com que os impostos e taxas sejam cobrados, realizar obras e serviços essenciais para a vida na cidade, cuidar da educação básica das crianças da cidade, manter a limpeza e a iluminação públicas, atentar para a segurança do município; manutenção de ambulâncias e carros a serviço do município; buscar fontes de recursos para a melhoria das condições de vida da população; promover a instalação de novas empresas no município para gerarem empregos. Enfim, são inúmeras as funções.

Faço minhas as palavras de Alexandre Curriel: "Não basta desempenhar com legalidade, mas sim administrar com presteza, oferecendo serviços públicos ágeis à satisfação das necessidades locais. Nota-se que a eficiência, além de abranger a presteza e economia, comporta perfeição e produtividade daquele que exerce o cargo ou função pública na cidade, adequando tecnicamente suas ações aos objetivos da administração pública local".


Pense bem antes de votar. O Prefeito que o município precisa deve atender todas as demandas, mas principalmente da Educação, investindo na construção e preservação de creches, escolas e projetos estratégicos, bem como da Saúde, garantindo os recursos necessários para hospitais e postos de saúde.

Agora, lembre-se do ditado popular: "uma andorinha só não faz verão". O Prefeito não faz nada sozinho. Dependerá, e muito, dos vereadores eleitos e de todos aqueles investidos em cargos de confiança. Estejamos atentos e desejosos de dias melhores para nossa cidade.

Rev. Ângelo Vieira da Silva

NOVO LAYOUT DO BLOG


Em comemoração as 500 mil visualizações do Blog Regulae Fidei desde que foi criado, apresento este um novo layout. A idéia é ter um blog mais "leve" na diagramação. Aos leitores que acompanham as postagens do blog agradeço pela importante colaboração neste primeiro meio milhão de acessos.

Rev. Ângelo Vieira da Silva



MÚSICAS QUE EDIFICAM 002 - EVERYTHING I DO


Após publicar a primeira música da série (Caminhos do Sol, do grupo Yahoo), continuo em busca de canções que já me edificaram muito (e ainda continuam). Recentemente me lembrei desta preciosidade romântica de Bryam Adams, "Everything I do". Para quem não conhece, essa música foi tema do melhor filme de Robin Hood, em 1991. Leia a letra e ouça a canção no post... Você vai se edificar!

FRASES SOBRE A BÍBLIA - PARTE 3



· Fiz uma aliança com Deus: que Ele não me mande visões, nem sonhos nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das Escrituras Sagradas, que me dão instrução abundante e tudo o que preciso conhecer tanto para esta vida quanto para a que há de vir (Martinho Lutero).

O SONHO E A REALIDADE: REFLETINDO SOBRE AS ELEIÇÕES


Sem dúvida, o desejo humano de alçar voos maiores, de sonhar com um mundo e uma sociedade melhores é plenamente justificável em um contexto repleto de desigualdades. Esse anseio aumenta na época das eleições, apesar da população brasileira demonstrar não acreditar tanto nos candidatos que se apresentam com propostas repletas de promessas, embustices que as pessoas insistem em ouvir.

Para tanto, creio que essa reflexão é extremamente necessária nos momentos que antecedem o pleito. Tenho visto, ouvido e lido sobre os candidatos que estarão concorrendo às funções de vereador e prefeito da cidade. Quero convidá-lo, caro (a) leitor (a), a refletir sobre aqueles sonhos transformados em propostas contrastando-os com a realidade quase imutável do modus operandi do processo democrático. Não é difícil, Eis a relação entre o sonho e a realidade no pensamento político.

A premissa do candidato, via de regra, ou é a insatisfação com o governo atual ou o apoio irrestrito. É um jogo partidário; não há como negar. Por isso, sonhar em construir uma administração política que mudará os rumos da cidade sem o conhecimento desse jogo beira a utopia. A realidade é outra. Muitos pensam mudar tudo... Como se pudessem! Outros reflexionam em não mudar nada... Como se fosse possível! Entre o tudo e o nada sempre haverá alguma reação fundamental na sociedade. Em qualquer situação acontecerá uma ou mais consequências. A realidade? Só administrará bem aquele que entender que não se governa sozinho. Pode-se até sonhar individualmente, porém, parte de um pequeno sucesso no governo virá de fazer outros sonharem em conjunto. Esse é o jogo. É a realidade. Se alguém acha que não precisa conhecê-lo, é sonhador imprudente e não merece representar o cidadão de bem.

Uma segunda reflexão é essencial: a aptidão. Pessoalmente, sou defensor que políticos deveriam ter uma formação superior e serem bons profissionais no exercício dessa formação. Todavia, é minha opinião pessoal. Dentro da realidade, já que a legislação permite candidatos com o mínimo de conhecimento, a relação entre sonho e realidade culminará na aptidão. Independentemente do nível escolar, devem ser votados aqueles que já provaram sua disposição inata em administração. É necessário olhar, paradigmalmente, para a vida familiar, pessoal, social e verificar se tais pessoas podem bem representar o município, administrá-lo com propriedade. O cidadão de bem não pode votar em candidatos que só estão em busca do retorno financeiro que a função confere. E são muitos que só enxergam os cifrões...

Finalmente, creio na necessidade de refletir sobre o prisma religioso-ético-filosófico. Alguém poderia pensar que, por ser pastor, defenda que apenas evangélicos devam ser eleitos. Não sou desnorteado! Devem ser eleitos homens e mulheres capazes. Naturalmente, essa precisa ser a primeira opinião do eleitor. A seguir, o cidadão conseguirá observar o processo eletivo em sua perspectiva religiosa, ética e filosófica. Não se iludam, caros candidatos! Tais aspectos do vosso modus vivendi corroborarão pela escolha ou não por parte do eleitor. Veja: já vi muitos candidatos sonharem com a vitória nas eleições por pensarem que a igreja, o clube, a família, a empresa, o partido, etc., lhe dariam aquele apoio infalível. E, como isso pode não acontecer, o candidato se revolta. A realidade é assim. Vota-se por interesses que, muitas vezes, superam o campo religioso, ético e filosófico. Até hoje, por exemplo, no exercício democrático cidadãos se sujeitam na venda de votos e candidatos se corrompem na compra dos mesmos. Um absurdo real que persiste... Um jogo escuso de interesses. Convido cada cidadão a votar conscientemente.

Enfim, meu desejo é que os candidatos e cidadãos de nossa amada cidade possam sonhar e não se esquecer do preparo para a dura e maculada realidade política do Brasil. Na alegoria partidária, para aqueles que assistem o jogo, atenção aos jogadores; para os que jogam e querem entrar na partida, sejam dignos.

Rev. Ângelo Vieira da Silva

MÚSICAS QUE EDIFICAM 001 - CAMINHOS DE SOL


Em minhas procuras pelas canções que já me edificaram muito (e ainda continuam) encontrei esta pérola do grupo Yahoo, Caminhos de Sol. Essa banda de rock é da época de minha adolescência (rs), mas quem disse que o que é antigo é para ser esquecido? Para os românticos de plantão, harmonia, letra, ritmo e melodia desta canção são inspiradores. Talvez, valha lembrar que o cristão e cantor evangélico Val Martins era integrante da banda. Leia a letra e ouça a canção no final do post... Você vai se apaixonar!


O PAPEL POLÍTICO DOS VEREADORES


Nas eleições deste ano Resplendor terá três candidatos a Prefeito e noventa e seis candidatos para as vagas disponíveis na Câmara de Vereadores.

Aos cristãos protestantes, católicos, pentecostais e de quaisquer outras comunidades que se orientam pela Bíblia devem se permear as máximas: “Toda autoridade é constituída por Deus” (Rm 13.1-4), “Ele é que estabelece reis e destitui reis” (Dn 2.21) e “orai com perseverança” (Rm 12.12).

Entenda o seguinte: como em quase toda Brasília, a Praça dos Três Poderes, projetada por Oscar Niemeyer, é um amplo espaço aberto na forma de triângulo equilátero localizado na capital de nossa República onde estão edificados os três monumentos que representam os três poderes da República: o Palácio do Planalto (Poder Executivo), o Supremo Tribunal Federal (Poder Judiciário) e o Congresso Nacional (Poder Legislativo). Os três poderes da República se regulam entre si, embora sejam independentes. Logo, assim forma-se o Estado Democrático de direito. Os Três Poderes legislam, executam e aplicam as leis em todo território nacional.

O Poder Legislativo no Município é exercido pela Câmara de Vereadores. Será que você já se perguntou quais são as funções constitucionais de um vereador? Leia, medite e vote com consciência nas próximas eleições, conhecendo:

1. O PAPEL LEGISLATIVO. Os vereadores exercem na Câmara Municipal função legislativa quando participam na elaboração de emendas, leis complementares, ordinárias e delegadas, bem como em decretos legislativos e resoluções. Os vereadores, neste sentido, têm o direito de aprovar ou rejeitar projetos e o veto do Prefeito. A Câmara Municipal pode legislar sobre: tributos de sua competência como impostos, taxas e contribuição de melhoria, concessão de isenções e outros benefícios fiscais, aplicação de suas rendas, orçamento anual, plano plurianual e lei de diretrizes orçamentárias, operações de crédito, dívida pública, regime jurídico dos servidores municipais, política administrativa, alienação, cessão, arrendamento ou doação de bens, ordenamento, parcelamento e ocupação do solo urbano, proteção do patrimônio histórico-cultural do município e planos e programas de desenvolvimento sustentável do município. 

2. O PAPEL FISCALIZADOR. Nossa Carta Magna no art. 31 declara que a fiscalização do Município é exercida pelo Poder Legislativo Municipal. Isto significa que os vereadores são incumbidos de controlar os atos do Poder Executivo – Prefeito e Secretários Municipais – e até mesmo do Poder Legislativo municipal – os próprios vereadores. Estes podem ainda encaminhar denúncias de irregularidades ao Ministério Público, ao Tribunal de Contas ou a qualquer Órgão responsável pela apuração das mesmas. Dentro dessa função fiscalizadora podemos destacar o julgamento das contas do Prefeito e do Presidente da Câmara dos Vereadores. Os vereadores ainda podem criar Comissões de Inquérito para averiguar um fato específico, convocando autoridades para depor. É dever do vereador comparecer às reuniões das Comissões Permanentes, de Inquérito, Especiais e Processantes, das quais seja integrante, prestando informações, emitindo pareceres nos processos a ele distribuídos, com a observância dos prazos regimentais. 

3. O PAPEL ADMINISTRATIVO. Os vereadores possuem na Câmara um papel administrativo no sentido de que se organizam na composição da Mesa, Constituição das Comissões, bem como na estrutura organizacional de sua secretaria. É dever do vereador comparecer à hora regimental, decentemente trajado, nos dias designados, para abertura das sessões, nelas permanecendo até o seu término. 

4. O PAPEL JUDICIAL: A Câmara de Vereadores não representa o Poder Judiciário, mas possui papel judicial ao processar e julgar as autoridades que falham no cumprimento de seus deveres. Tanto os vereadores como os Prefeitos perdem o mandato pela decretação na Câmara, sendo que o último por impeachment

5. O PAPEL ASSESSORIAL. Os vereadores podem sugerir ao Prefeito local medidas de interesse na administração, tais como: construção de escolas, casas populares, áreas de lazer, abertura de estradas, limpeza pública, assistência à saúde, etc. É dever do vereador propor à Câmara toda e qualquer medida visando atender os interesses do município e de seus habitantes, bem como impugnar as que lhe pareçam contrárias ao interesse público, objetivando a segurança e o bem estar da população local. 

Rev. Ângelo Vieira da Silva 

A MISSÃO DIACONAL: SERVIÇO, MISERICÓRDIA E ESPIRITUALIDADE


O trimestre se inicia sobre um novo fundamento didático: Uma só Missão. A semana principia com a lembrança da Missão Diaconal. Afinal, se comemora nas Igrejas Presbiterianas do Brasil no dia dez de julho o Dia do Diácono. Em uma data tão especial me valho de nosso sub-tema para relembrar os aspectos essenciais da missão diaconal, um serviço exercido especialmente por um grupo de homens cheios do Espírito Santo e poder, é verdade, mas que intrisecamente também deve ser observado por cada cristão, conquanto servo, no trato de uns para os outros. Por isso, é indispensável relembrar que a palavra diácono (diakonia, gr.) pode ser traduzida por serviço, contribuição, missão. Até que todos cheguemos à unidade da fé, tanto oficiais, denominados Diáconos, quanto cristãos, que se seguem o modelo de seu Senhor, são chamados a cumprir a Missão Diaconal, envolta ao serviço, misericórdia e espiritualidade. 


1ª IGREJA PRESBITERIANA DE RESPLENDOR: 90 ANOS DE HISTÓRIA


“7 dias de gratidão por 90 anos de organização”, foi com esse tema que a Primeira Igreja Presbiteriana de Resplendor comemorou na última semana sua presença significativa em nossa querida cidade. Antes mesmo de dois de julho de mil novecentos e vinte e dois (data da organização eclesiástica) essa obra fora iniciada. Sete anos antes, em mil novecentos e quinze, do local denominado Caixa d’água nasceria a primeira igreja protestante do município; do aglomerado de Sataninha surgiria a Primeira Igreja Presbiteriana da cidade. E declaramos: “Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, da eternidade para a eternidade! Amém e amém!” (Sl 41.13).

PARABÉNS, JOVENS PRESBITERIANOS!

Após minha primeira homenagem aos jovens presbiterianos de nossa amada IPB, preciso dizer que em maio de 2012 a União de Mocidade Presbiteriana comemora seus 76 anos. Sabe-se que algumas UMPs já fizeram suas festas de 75 e mais. Todavia, esta celebração de 75 anos significa que, a partir da reunião do Supremo Concílio de 1936 houve a decisão de chamar todas as sociedades domésticas de jovens e as que viriam a se organizar, de União de Moços Presbiterianos – UMP. Vamos festejar relembrando alguns aspectos históricos:

DIÁRIO DE UM PASTOR 001 - O AMOR DE DEUS E A REJEIÇÃO


I Jo 3.1 - "Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não o conheceu a ele mesmo". Assista o vídeo:

O EXEMPLO BÍBLICO DE 21 MÃES


O que é ser mãe? Esta é uma pergunta que gera muitas respostas. O dicionário Aurélio além de lembrar da característica da geração de filhos, qualifica a palavra “mãe” como uma “pessoa muito boa, dedicada, desvelada”; alguns falam que ser mãe é uma missão; outras, um privilégio. Mas como em qualquer outro lugar, existem “mães” e mães. Hoje é o dia das mães. A todas elas queremos desejar as mais ricas bênçãos e desafiá-las: será que vocês, mamães, conhecem os variados temperamentos e atitudes (tanto boas como ruins) de mães na Palavra de Deus? Vejamos algumas: 

DIA MUNDIAL DO LIVRO - 6 DICAS PESSOAIS - PARTE 1


Há mais de quinze anos a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) instituiu o dia 23 de abril como o Dia Muncial do Livro e do Direito do Autor, em homenagem a alguns escritores. Quero aproveitar esta data. Como prezo pela leitura de bons materiais, venho sugerir aos nossos leitores cristãos algumas dicas de literatura importantes para o desenvolvimento espiritual, além da Bíblia que, obviamente, espera-se ser o Livro por Excelência de qualquer discípulo de Cristo. Vamos as dicas:

FRASES SOBRE A BÍBLIA - PARTE 1



· Observe... que a mesma reverência que temos para com Deus também se deve à Escritura, porque ela procede unicamente dele, e não há nada do homem presente nela (João Calvino)

· A teologia não é nada mais do que a gramática da língua do Espírito Santo (Martinho Lutero);

Continue lendo...

FRASES SOBRE ARREPENDIMENTO


· Abandonar o pecado é deixá-lo sem nenhum pensamento oculto de voltar para eles (William Gurnall);
· Arrependimento é a lágrima nos olhos da fé (D. L. Moody);
· Arrependimento é uma transformação completa do coração natural do homem com respeito ao pecado (J. C. Ryle);

Continue lendo...

A BÍBLIA DO “CÉTICO”: dá para responder!


Muitos leitores do post "A BÍBLIA DO “CÉTICO”: dá para acreditar?" me indagaram por meio dos comentários sobre uma resposta às controvérsias apresentadas por tal literatura. Apresentarei respostas aos argumentos. Obviamente, muitos não aceitarão as explicações em virtude de não crerem na Bíblia como a Palavra inspirada de Deus. Não os culpo.

VÍDEO "UM HOMEM DE DORES"


O vídeo abaixo já tem quase mil exibições no meu canal no Youtube. Lembro de fazê-lo em 2007, com fundo musical de um contemporâneo de seminário, a música "Um homem de Dores". À véspera da Páscoa, assista, ouça e reflita sobre o Servo sofredor que nos dá a paz.

EDUCAÇÃO CRISTÃ, UMA REFLEXÃO


No último domingo comemorou-se o Dia da Educação Cristã. Mas, será que há o que comemorar? Pense um pouco: quanto tempo temos dedicado a aprender aos pés do Mestre? Jesus viu no ensino a gloriosa oportunidade de formar os ideais, as atitudes e a conduta do povo em geral. Ele não se distinguiu primeiramente como orador, como reformador, nem como chefe, e, sim, como Mestre. Leia o artigo.

URGENTE: PRECISA-SE DE JESUS!


“Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna” (I Jo 5.20)

Uma doutrina filosófica nos primeiros séculos da cristandade, o gnosticismo, arrebatava cristãos nas igrejas afirmando (além de outros sofismas) que a encarnação do Verbo, de Jesus, era impossível, porque a matéria era má. A leitura atenta do Evangelho e Cartas joaninas comprova a postura apologética frente a este mal. O Espírito Santo inspirou cada uma destas letras que armaram a defesa do povo de Deus naqueles dias. 

HUMOR CRISTÃO - 26ª PARTE - FRASES DE BOLETIM

Bom, vou acreditar que realmente a mente humana é capaz de tudo, inclusive de cometer erros em boletins de igrejas!

1- "No estudo desta noite nosso pastor trará a mensagem intitulada 'o que é o inferno' venha mais cedo e assista o ensaio do coral."


BIG BROTHER BABEL, A ALEGORIA


Bem, talvez eu seja mais um, dentre milhares, que elaborará uma opinião sobre o reality "Big Brother Brasil". Às portas da "nave-mãe", a grande maioria evangélica já se manifesta contrária ao programa global. Enigmaticamente, sabe-se que algumas evangélicas participarão da "Casa". Li várias postagens e comentários nas redes sociais. Pensando nisto, resolvi criar esta alegoria sobre o BIG BROTHER BABEL. Uma simples opinião, caso queira ou não. Uma simples alegoria, estilo Bial ou não.