O QUE NÃO ESPERAR DO FILME "NOÉ"?


Hoje (03/04/2014) estréia o polêmico filme "Noé" (do original inglês "Noah"). O afamado Russell Crowe (Noé) protagoniza o drama de 138 minutos que, somente nos Estados Unidos, já arrecadou 44 milhões na primeira semana de apresentação. O filme conta ainda com Jennifer Connelly (Naameh, esposa de Noé), Douglas Booth (Sem), Logam Lerman (Cam), Leo McHugh Carroll (Jafé), Emma Watson (Ila), Anthony Hopkins (Matusalém), Kevin Durand (um dos Gigantes) e Dakota Goyo (jovem Noé), dentre outros.

Vi o trailer do filme (logo abaixo) e li diversos comentários do diretor e atores envolvidos. Diante disto, exponho abaixo o que não se deve esperar do filme "Noé", principalmente se se é cristão comprometido com a Bíblia como a Palavra de Deus. Vejamos:

1) Não espere um filme fiel a Bíblia, mas ao roteiro.

Em "Noé", o contexto bíblico de poucos capítulos será apenas um detalhe. Obviamente, o roteiro será recheado da visão pessoal, artística e sombria* do diretor estadunidense (Darren Aronofsky) e, provavelmente, englobará "outras" perspectivas literárias, tal como a visão mítica do pseudoepígrafo 1 Enoque (ou Enoque etíope) acerca de Gênesis 6.**

2) Não espere um filme espiritual, mas "humanizado".

Isto é, de acordo com a visão particular de um ou mais homens sem preocupação com "a verdade espiritual". Por mais elementos bíblicos que possa utilizar, o filme estará distante da mensagem espiritual descrita nas Sagradas Escrituras. Gênesis 6.8-9, por exemplo, revela que Noé achou graça diante de Deus. Ele era justo e íntegro entre os seus contemporâneos. Noé andava com Deus. Por outro lado, a produção evoca um Noé repreensível, não tão íntegro entre os seus. Semelhantemente, há discrepâncias envolvendo a arca, os animais, a família de Noé, os Nefilins e outras que só poderão ser esmiuçadas depois de se ver o filme.

Ao fim, o cristão perguntará: devo assistir o filme? Esta é uma decisão pessoal. Não creio que o filme diminua nem aumente a fé de um cristão comprometido com as Escrituras. O filme é um mero filme e, como tal, ao ser visto deve ser criticado pelos espectadores. Como qualquer outra produção que envolve situações que contrariam princípios bíblicos (envolvendo assassinatos ou outras cosmovisões religiosas, por exemplo), o cristão amadurecido é aquele que sabe separar o certo do errado, a verdade da mentira, o bíblico do fictício, a realidade do filme, o Noé do "Noé".

Rev. Ângelo Vieira da Silva

________________________________

* Sugiro o filme "Cisne Negro" (do original inglês "Black Swan") para a percepção dessa visão sombria.

** O que pode fundamentar a presença dos "gigantes de pedra" que, no filme, ajudam Noé a construir a arca.

TRAILER:




2 comentários

Comente essa postagem aqui:
EmoticonEmoticon